FANDOM


Steven Mandragora

Steven Mandragora foi um poderoso chefão do crime que assassinou os pais de Helena Bertinelli.

História Editar

Steven Madragora já foi o capanga mais assustador de Franco Bertinelli. Um dia, Mandragora se cansou de receber ordens, então ele foi até seu chefe e matou ele e sua esposa. Desconhecido para ele, a jovem filha de Franco, Helena, assistiu ao assassinato do armário onde o pai dela a tinha escondido, marcando-a para sempre. Mandrágora, em seguida, se tornou um chefão do crime. Em algum momento, ele se casou e teve um filho. Helena cresceu para se tornar a vigilante conhecida como Caçadora e se juntar a Liga da Justiça.

Vários anos depois, Mandragora estava sob custodia federal, mas não está claro se ele foi preso ou se entregou. Em troca de imunidade judicial, ele concordou em testemunhar em uma investigação contra o crime organizado. Ele foi enviado para uma casa segura, pois a Liga suspeitava, com razão, que a Caçadora tentaria mata-lo.

Na casa segura, Mandragora foi interrogado pelo agente do FBI King Faraday sobre seus parceiros de negócios e rivais, mas foi muito vago sobre os detalhes.

Secretamente, ele estava apenas tentando ganhar tempo, enquanto seus subordinados estavam resgatando seu filho, Edgar, que havia sido sequestrado por um grupo rival. Uma vez que Edgar estava em segurança em seu caminho de volta para os Estados Unidos, Mandragora escapou da custodia e planejou desaparecer com seu filho com novas identidades e uma fortuna em uma conta bancaria escondida.

Com a ajuda do Questão, Caçadora apanhou Mandragora, enquanto este reunia-se com Edgar. Caçadora viu que o homem que matou seus pais agora era um pai amoroso. Ela tinha planejado executa-lo, mas a aparição de seu filho a fez mudar de ideia, pois ela não estava disposta a fazer outra criança experimentar o horror que ela tinha experimentado.

Em vez disso, ela frustrou seus planos para desaparecer e ele foi devolvido a custodia federal, agora deixado sem escolha senão cooperar com a justiça.

Poderes e habilidades Editar

Mandragora provou ser um adversário poderoso, com algum grau de invulnerabilidade, especialmente contra muitas formas de dano por força bruta. Ele foi capaz de resistir ao Grito do Canário da Canário Negro, bem como as flechas explosivas do Arqueiro Verde. No entanto, parece que ele poderia ser morto por meios mais letais, como ele se rendeu quando a Caçadora ameaçou-o com suas flechas.

Ele também possuía certo grau de super-força, revelando que apesar de sua aparência gorda, ela é, na maior parte, músculo.

Informações de fundo Editar

Nos quadrinhos, Mandragora foi o chefe da máfia que ordenou o assassinato da Família Bertinelli. Sua versão animada é mais baseada no personagem Tobias Whale.

Embora ele seja um ser humano comum nos quadrinhos, a força e a resistência de Mandragora sugerem que ele tenha poderes metahumanos, uma suposição reforçada pelo fato de que seu filho, Edgar, mais tarde aparece como um psíquico em Batman do Futuro e em Projeto Zeta.

O fato de que eles têm olhos rosa e cabelos brancos além de pele clara, indica que os Mandragora são albinos.

Aparição Editar

Liga da Justiça Sem Limites Editar